Agenda RCC Anápolis – 2015.



Diocese de Anápolis – Go

Calendário Diocesano 2015

Renovação Carismática Católica



CALENDÁRIO 2015


Agendas

Anteriores


Instruções

01

Este Cronograma está sujeito a modificações sem prévio aviso, mantenha-se atualizado.

02

As datas do Cerco de Jericó também poderão sofrer alterações caso seja necessário.

03

Quando houver mais detalhes sobre um determinado evento, Click em cima do Itém e entre no Link para assessar outros detahes.<=Click Aqui e saiba Mais



Panfleto_rcc_3PANFLETO_rcc1PANFLETO_rcc_5


Observações: 2020

– CEJP II – Centro de Evangelização João Paulo II, sede da RCC em Anápolis e pode ser locado para encontros abertos ou fechados exceto nos finais de semana que estiverem ocorrendo o Cerco de Jericó, quando estará interditado para outros eventos; Se houver interesse, fale com a nossa Secretaria pelo fone 3387-2439.

banner_rcc_go


Anúncios

O que é o ano da Misericórdia?


cropped-banner-logo-misericordia-mai-2015[1]


Jubileu da Misericórdia em 7 passos

“Decidi convocar um Jubileu Extraordinário que tenha o seu centro na Misericórdia de Deus. Será um Ano Santo da Misericórdia.”
Foi com estas palavras que o Papa Francisco anunciou o Jubileu da Misericórdia, no dia 13 de Março, segundo aniversário da sua eleição ao Pontificado, durante a celebração da penitência presidida na basílica vaticana.
Para compreenderes melhor o que é um Jubileu demos resposta a 7 questões que muitos de nós se fazem neste momento.

O que é um Jubileu?

A celebração do Jubileu católico tem origem no Jubileu hebraico, onde a cada 50 anos, durante um ano, chamado ano sabático, eram libertados escravos, as dívidas eram perdoadas e as terras deixavam de ser cultivadas, entre outras coisas. Estas comemorações são referenciadas na Bíblia, nomeadamente em Levítico (LV 25,8). Na tradição católica o jubileu tem também a duração de um ano, mas tem um sentido mais espiritual, consistindo no perdão dos pecados dos fiéis que cumprem certas disposições eclesiais estabelecidas pelo Vaticano (Indulgências).
De onde surge a palavra Jubileu?
A palavra Jubileu vem do hebraico “yobel” que faz alusão ao chifre do cordeiro que servia como instrumento. Jubileu provém também da palavra latina “iubilum” que significa “grito de alegria”.

Qual a diferença entre Jubileu e Ano Santo?

A celebração de um Jubileu ocorre durante um ano, daí que esse ano seja chamado “Ano Santo” ou “Ano Jubilar. A designação de “Ano Santo” começou a ser utilizada pelo Papa Sisto IV no Jubileu de 1475.
De quanto em quanto tempo se realiza um Jubileu?
O Jubileu pode ser ordinário ou extraordinário. Se a celebração de um Ano Santo ordinário ocorre a cada 25 anos, o Ano Santo extraordinário é proclamado pelo Papa sempre que pretenda celebrar algum facto de forma
especial.

Quando se realizará o Jubileu da Misericórdia?

O Jubileu da Misericórdia, é um Jubileu extraordinário e o seu início será assinalado oficialmente a 8 de Dezembro, dia da Imaculada Conceição, com a abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro. Neste dia celebra-se também o 50º aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II. O encerramento do Ano Santo será no dia 20 de novembro de 2016.
Este é o primeiro jubileu desde o que foi convocado por João Paulo II, em 2000, para assinalar o início do terceiro milénio.

Porque se abre a Porta Santa no início do Jubileu?

A Porta Santa só se abre durante um Ano Santo e significa que se abre um caminho extraordinário para a salvação. Na cerimónia de abertura, o Papa toca a porta com um martelo 3 vezes enquanto diz: “Aperite mihi leva justitiae, ingressus in eas confitebor Domino” que significa “Abram-me as portas da justiça; entrando por elas confessarei ao Senhor”.
Depois de aberta, entoa-se o Te Deum e o Papa atravessa esta porta com os seus colaboradores.

Porque convocou o Papa Francisco este Ano Santo?

«Pensei muitas vezes no modo como a Igreja pode tornar mais evidente a sua missão de ser testemunha da misericórdia. É um caminho que começa com uma conversão espiritual; e devemos fazer este caminho.” – justificou o Papa Francisco aquando do anúncio oficial do 29º Jubileu da história da Igreja, defendendo que «ninguém pode ser excluído da misericórdia de Deus» e que a Igreja «é a casa que acolhe todos e não recusa ninguém».
«As suas portas estão escancaradas para que todos os que são tocados pela graça possam encontrar a certeza do perdão. Quanto maior é o pecado, maior deve ser o amor que a Igreja manifesta aos que se convertem», realçou.

Ler mais em: http://www.cristojovem.com/recursos/formacao-e-estudo/2655-jubileu-da-misericordia-em-7-passos


Tema_RCC_2016


.


Os números de 2015

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog.

Aqui está um resumo:

A sala de concertos em Sydney, Opera House tem lugar para 2.700 pessoas. Este blog foi visto por cerca de 36.000 vezes em 2015. Se fosse um show na Opera House, levaria cerca de 13 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

Clique aqui para ver o relatório completo

Tudo o que você sempre quis.

Encontro para Servos RCC

Em 2015 além do tradicional Encontro Maanaim, a equipe de serviço desse encontro juntamente com o Diretor Espiritual do movimento, Pe Samuel Alves, também promoveu o Retiro Espiritual “Tudo que você sempre quis” voltado para os Servos da RCC de Anápolis. A coordenadora do Encontro, Ludmilla Pires, explicou que o Encontro nasceu dos momentos de oração da equipe e foi amadurecido por cerca de dois anos até se tornar realidade.

ludmila

Carismáticos de outras Dioceses também se sentiram motivados a participar desse precioso encontro. É o caso da Jornalista Núbia Rodrigues, da Arquidiocese de Goiânia, para ela “Tudo que você sempre quis” foi um despertar para o “Querer de Deus” na sua vida pessoal e nos trabalhos que Deus tem para ela no serviço da Igreja.

buba

O Encontro foi ministrado por experientes servos da Renovação Carismática Católica da cidade de Piedade, Diocese de Sorocaba, interior de São Paulo: Irene Godinho, Gilberto Oliveira “Tio Gil”, Marli Godim e Giorgina.  Trata-se de pessoas simples que doaram suas vidas pelo evangelho. Podia-se sentir a unção do Espírito Santo na maneira suave, profunda e repleta de conhecimento de cada um pregar e rezar. A experiência da vivência dos Dons do Espírito Santo no modo de conduzir os momentos de oração.

irene

Uma das principais exortações foi quanto ao uso do “Dom de línguas” no grupo de oração. Conforme orienta as escrituras, é necessário orar e esperar o discernimento para crescimento da Assembleia. Mas os principais frutos se deram na oração interior: Nos momentos de dinâmica e Adoração ao Santíssimo: O significado da palavra “servo” na dinâmica de lava pés, que para liderar e coordenar é preciso seguir o exemplo de Jesus Cristo: O servo que lavou os pés dos seus.

Nos testemunhos, brotaram palavras de entusiasmo de pessoas que já estavam cansadas, verdadeiramente “calejadas” e que se sentiram agraciadas por servos de outro Estado se dispuserem a ser o instrumento de Deus para a RCC de Anápolis. E foram muitos os desafios enfrentados para perseverar. Nos seus 28 anos de RCC, dona Irene nunca recusou oração e instrução, apesar da saúde já debilitada. A partir do grupo que coordenou surgiram outros grupos, Ministérios foram criados e até uma importante Ação Social:  Uma casa que acolhe, alimenta e instrui diariamente mais de cem crianças, que recebem acompanhamento espiritual e apoio familiar.

Como todas as obras visíveis nascem primeiro no plano espiritual, a vivência de oração foi um dos temas mais falados, além da cura interior. Os pregadores  explicaram que na Infinita Misericórdia de Deus, grandes graças e até milagres são concedidos no Grupo de Oração, dentro e fora da Igreja. Mas o objetivo maior é a Evangelização das Almas. Ou seja, pela “Misericórdia”  as graças acontecem, mas é  “no viver a graça de Deus” que as almas alcançam o céu.

equipe São Paul

Na missa de encerramento, o Diretor Espiritual do Movimento, Pe Samuel, amorosamente e com entusiasmo, convidou todos a rezarem pela RCC de Anápolis na pessoa do coordenador do movimento, Anselmo Sousa. Foi um momento de oração, comunhão e louvor a Deus por todas as obras de evangelização.

pe samuel

Álbum de Fotos na Página da RCC Anápolis. 

Enviado por | em 31/12/2015 |