Era uma vez, eu pregador.


Ou Quase…


Era uma vez, eu pregador


Eu havia acabado de fazer um curso para pregadores, e falei para o coordenador do grupo de oração que queria pregar, e assim aconteceu, preparei uma pregação sobre o amor que Deus tem por cada um de nós.

Como era minha primeira pregação, estava muito nervoso, e para não ter problemas levei um roteiro, com os pontos principais, a ordem e as músicas para não me perder.

Foi muito interessante, pois preguei no grupo de oração em que eu era ministro de música, e as pessoas não imaginavam que o pregador da noite seria eu, “o menino que cantava”.

No final do grupo muitos vieram dar os parabéns, e me incentivaram a continuar, minha mãe estava com os olhos brilhando de alegria, e eu fiquei muito feliz por ter conseguido, por ter passado mais essa barreira. Então o coordenador me chamou para conversar e disse que a pregação não havia sido boa, que faltou entusiasmo, imposição, que eu não sabia falar direito.

Isso me jogou pra baixo, e eu fui fraco e desisti, por um simples comentário eu desisti.

E se passaram sete anos, e aquela pregação sobre o “Amor de Deus” foi a minha primeira e a última da minha vida, e em todos esses anos pensei: “O ministério de música já basta”.

Hoje não penso mais assim, quero passar a palavra de Deus para todos, e estou lutando para que isso aconteça. Não quero que se cale a minha música, e também não quero que se cale a minha voz!

Medo? Eu tenho. Só de pensar minhas mãos tremem e minha barriga congela, e tenho quase vontade de dar um passo para trás. Mas agora é tarde, já disse sim, e não importa a forma. Preciso falar, escrever, cantar, viver a palavra de Deus.

E se você leu até aqui, é porque de alguma forma isso já está dando certo.

Sei que esse blog é só a porta de entrada para o que está por vir, e os meus amigos @lf_marinho e@fabiacoelho que estão comigo nessa, sabem que os desafios irão chegar cada vez mais e maiores.

Mas como já sabemos: “Deus não dá mais que possamos aguentar”. E só de saber que uma pessoa pode ser tocada com as nossas palavras já é gratificante.

Continuem conosco, os Sons Católicos devem ser proclamados aos quatro cantos, e a sua presença aqui é muito importante.

Até mais.

Fonte Blog de: Testemunho pessoal

RONALDO SANTOS 21 DE AGOSTO DE 2011 3 1

Outro Testemunho de:

Roberto Tannus

Vale a Pena Pregar a Palavra de Deus.


Leia você também

A Bíblia é uma Mensagem

de Deus pra você.


Semeando a cultura de Pentecostes



 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: